15AH, San Francisco

California, United States.

Send Your Mail At:

info@elitesupport.com

Working Hours

Mon-Sat: 9.30am To 7.00pm

Título

Autem vel eum iriure dolor in hendrerit in vulputate velit esse molestie consequat, vel illum dolore eu feugiat nulla facilisis at vero eros et dolore feugait.

Arquivo diário 25 Março, 2020

COVID19 – Estamos a tomar medidas para nos protegermos

Com a crise do COVID19 enfrentamos um desafio que apenas poderemos superar unidos: as pequenas ações individuais contam e são muito importantes.

Esta grave crise, requer uma resposta séria que nenhum país consegue dar sozinho.

A UE está a coordenar as numerosas medidas tomadas pelos Estados-membros para garantir que a sua proteção e segurança são a prioridade máxima.

Neste momento a UE está a adotar medidas para:

  • Limitar a propagação global do vírus;
  • Proteger os Europeus limitando as viagens para a UE;
  • Garantir o necessário aprovisionamento dos sistemas de saúde, preservando a integridade do Mercado Único e das cadeias de distribuição e produção;
  • Promover a investigação e desenvolver uma vacina que seja acessível a todos;
  • Apoiar as pessoas para que os empregos e os rendimentos não sejam afetados de forma desproporcional e para evitar que a crise possa ter efeitos permanentes. O Parlamento Europeu quer desencadear um procedimento urgente para distribuir o mais rapidamente possível fundos aos cidadãos, regiões e países mais afetados pelo Coronavírus;
  • Apoiar as empresas e assegurar que a liquidez do setor financeiro possa continuar a apoiar a economia;
  • Permitir que os países da UE atuem decisiva e coordenadamente, ao flexibilizar as regras sobre auxílios concedidos pelos Estados e medidas de apoio.

Pode saber mais sobre estas medidas aqui

Torne-se membro da comunidade unidos.eu.

Precisamos da sua ajuda para partilhar as medidas tomadas pela UE.

É importante que os cidadãos saibam como a UE apoia e coordena a luta contra esta doença.

Instruções do Governo e da Direção-Geral da Saúde

Por favor, siga os conselhos e as instruções das autoridades nacionais para se proteger a si mesmo e aos outros, mesmo quando possam perturbar a nossa vida quotidiana.

Caso tenha alguma questão, por favor contacte-nos através das nossas redes sociais no (Twitter, Facebook, Instagram).

Lembre-se que apenas unidos conseguiremos superar este desafio.

Fonte: Parlamento Europeu – Gabinete em Portugal

Selo de excelência atribuído a investigadores de alto nível

A Comissão concedeu hoje certificados de selo de excelência a 2 136 investigadores que se candidataram a uma bolsa individual Marie Skłodowska-Curie em 2019.

Os concursos para bolsas das Ações Marie Skłodowska-Curie são extremamente competitivos. O orçamento atribuído em 2019 concedeu bolsas a apenas 1 475 investigadores de um total de 9 875 candidatos.

O selo de excelência é um selo de qualidade atribuído a requerentes de bolsas cujas propostas obtiveram uma pontuação igual ou superior a 85 %, mas não puderam ser financiadas devido a limites orçamentais.

Este selo visa ajudar os investigadores a encontrarem financiamentos alternativos para os seus projetos junto de organismos regionais, nacionais ou institucionais.
(Desenvolvimento em mex_20_526 e neste sítio Web)

Fonte: Representação da Comissão Europeia em Portugal

Coronavírus: normas harmonizadas para dispositivos médicos respondem a necessidades urgentes

A Comissão adotou ontem decisões sobre novas normas harmonizadas que permitirão aos fabricantes colocar no mercado dispositivos de alto desempenho para proteger os doentes, os profissionais de saúde e os cidadãos em geral.

As normas facilitarão um procedimento de avaliação da conformidade mais rápido e menos dispendioso.

As novas normas harmonizadas, bem como aquelas que foram revistas, desempenham um papel crucial na atual pandemia de coronavírus, uma vez que dizem respeito a dispositivos críticos como máscaras cirúrgicas, vestuário e campos cirúrgicos, máquinas de lavar e desinfetar e equipamento de esterilização.

A utilização destas normas permitirá aos fabricantes de dispositivos médicos e outros operadores económicos cumprirem os requisitos de saúde e segurança da legislação da UE, tendo em conta as soluções técnicas mais modernas.

Uma vez referenciadas no Jornal Oficial da União Europeia, estas normas asseguram a conformidade dos dispositivos com os requisitos das três diretivas relativas aos dispositivos médicos.

A decisão de adotar estas normas harmonizadas para os dispositivos médicos constitui uma medida adicional tomada pela Comissão para dar resposta ao surto do coronavírus.

A pedido urgente da Comissão, o Comité Europeu de Normalização (CEN) e o Comité Europeu de Normalização Eletrotécnica (Cenelec), em cooperação com os seus membros, disponibilizaram gratuitamente uma série de normas europeias para determinados dispositivos médicos e equipamentos de proteção individual.
(Desenvolvimento em ip_20_522 e em mex_20_526)

Fonte: Representação da Comissão Europeia em Portugal