Relatório sobre os efeitos do fim das tarifas de roaming

Depois do fim das tarifas de itinerância, no verão de 2017, um relatório da Comissão revela como os europeus têm tirado partido dos seus novos direitos digitais.

Depois do fim das tarifas de roaming, a 15 de junho de 2017, um relatório intercalar da Comissão Europeia revela que os europeus têm aproveitado ao máximo os seus novos direitos digitais quando viajam na UE e no Espaço Económico Europeu. A utilização de dados móveis aumentou cinco vezes, em média, em relação aos níveis anteriores a junho de 2017. Já o número de chamadas telefónicas efetuadas por viajantes praticamente duplicou em relação ao período anterior.

Um inquérito Eurobarómetro recente indica que os hábitos dos europeus mudaram. Por exemplo, 34 % dos viajantes acedem agora à Internet em roaming do mesmo modo que o fazem no seu país de origem, em comparação com apenas 15 % antes de junho de 2017. Por outro lado, a percentagem dos que nunca utilizam os seus dados móveis no estrangeiro caiu para 19 %, em comparação com 42 % antes do fim das tarifas de roaming. Paralelamente, o nível de informação dos consumidores mantém-se elevado: 62 % dos europeus estão conscientes de que as tarifas de roaming foram suprimidas na UE/no EEE e 69 % consideram que beneficiam ou beneficiarão dessa medida.

Saiba mais.

Sandra Geada

Deixe uma resposta